Sabesp deve ‘censo’ rural como parte do processo de desestatização

Sabesp deve ‘censo’ rural como parte do processo de desestatização

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) terá uma nova tarefa em seu cronograma até o final de 2026: realizar um levantamento abrangente de domicílios localizados em áreas rurais isoladas. Essa medida faz parte do processo de desestatização da empresa, conforme definido no processo de Consulta Pública.

Durante o período de Consulta Pública sobre a desestatização da Sabesp, que ocorreu entre os dias 15 de fevereiro e 15 de março de 2024, foram recebidas 975 contribuições. Como resultado desse processo participativo, foram estabelecidas regras para as soluções individuais de saneamento a serem implementadas nas unidades rurais isoladas.

Confira na palma da mão informações quentes sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo: siga o Canal Rural no WhatsApp!

Entre as técnicas a serem utilizadas estão filtros para poços, cloradores, fossas sépticas, biodigestores e tanques de evapotranspiração. Essas soluções possibilitam que o saneamento básico alcance moradias que não podem ser atendidas pelos métodos convencionais.

Além do compromisso de implementar essas soluções, a Sabesp terá o prazo até 31 de dezembro de 2026 para concluir o levantamento de todos os domicílios localizados em áreas rurais nos municípios atendidos. Esses domicílios serão considerados elegíveis para receber atendimento a partir deste levantamento.

O relatório completo da Consulta Pública sobre a desestatização da Sabesp foi publicado na última terça-feira, 31 de abril, no site da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística.

O post Sabesp deve ‘censo’ rural como parte do processo de desestatização apareceu primeiro em Canal Rural.

Tags :

Share this :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *